Conhecimentos indispensáveis à profissão de corretor de imóveis

By
A responsabilidade por sua vocação começa na busca pelo preparo adequado e no compromisso com a qualidade

O corretor de imóveis, que hoje em dia também exerce funções de consultor imobiliário, lida com um dos maiores sonhos das pessoas, ter a casa própria. Por esse e outros motivos, o trabalho de negociações imobiliárias deve ser encarado como uma importante missão que deve superar as expectativas não apenas dos clientes mas também da empresa.


O corretor de imóveis deve garantir a satisfação de seus clientes

Contudo, para isso, faz-se necessário que esse profissional busque por um preparo que seja o mais completo possível, como parte de uma conduta profissional que prioriza uma carreira pautada na excelência.

Mas, o que é preciso aprender? Como se desenvolver? Em primeiro lugar, é necessário buscar informar-se, ou seja, atualizar-se sobre a atividade, procurar orientações no CRECI – Conselho Regional de Corretores de Imóveis, conhecer a Lei Federal nº6.530/78, que regulamenta a profissão e versa sobre os conselhos. Além disso, é claro, obter formação na área, pois para exercer a profissão, é indispensável o título de técnico em transações imobiliárias, por meio de instituições recomendadas pelo CRECI.

Para começar a sua jornada em sua fase de preparo para ingresso no mercado imobiliário, ou se você já atua no ramo e deseja se reciclar, ampliar suas bases sobre o processo de corretagem imobiliária, conheça as instruções do Curso Capacitação de Corretor de Imóveis, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. O curso traz tópicos de estudos que são indispensáveis, seguem dicas sobre esse conteúdo:

Técnicas avançadas de captação de imóveis

De acordo com Fernando de Magalhães Júnior, professor do curso CPT, o primeiro passo rumo ao desenvolvimento da carreira é a obtenção da captação de imóveis. O corretor de imóveis deverá apresentar-se aos clientes-vendedores, os quais podem ser construtoras e incorporadoras que promovem empreendimentos e lançamentos imobiliários, loteadores, imobiliárias e pessoas que querem ofertar seus próprios imóveis para clientes-compradores.

Também não se deve esquecer de comprovar com os devidos documentos a habilitação legal e o credenciamento perante o CRECI. Não hesite em demonstrar que está apto tecnicamente, munido de conhecimentos obtidos por meio de capacitação profissional apropriada. Assim, você transmitira segurança de que tem condições para intermediar de forma competente as transações imobiliárias.

Seja curioso e pró-ativo. Procure inteirar-se e estudar a respeito de assuntos como a conjuntura econômica, fatores demográficos, intervenções urbanísticas e políticas que possivelmente exerçam alguma influência sobre a oferta e a procura de imóveis. Usando tais dados como suporte, você mostrará que sabe avaliar as circunstâncias, os aspectos preponderantes para os clientes (vendedores e compradores) e que pode encontrar as melhores opções de negócios.

Avaliação de imóveis

Entre as atribuições do corretor de imóveis, é possível que a avaliação seja a primordial. "Uma avaliação equivocada pode ocasionar transtornos e até mesmo inviabilizar qualquer negociação imobiliária, com insatisfação dos clientes e impossibilidade de impulsionamento da carreira do corretor de Imóveis", explica o especialista. Portanto, essa tarefa deve considerar inúmeras características relacionadas ao imóvel, tais como:

– Bairro onde se encontra o imóvel;
– Localização do imóvel no bairro;
– Materiais utilizados na construção;
– O estado de conservação do imóvel;
– A área construída do imóvel;
– O número e as características dos cômodos (salas, quartos, suíte, banheiros etc.).


Por Luci Silva